Como criar o seu negócio de artesanato?

por Artemix.

Criar o seu próprio negócio pode parecer um processo assustador mas, com trabalho e muita paciência, o seu negócio pode chegar longe. Existem seis passos chave para ajudar o seu negócio de artesanato a seguir um bom caminho.

1. Conceito e Paixão

O seu conceito terá que ser único, ou seja, os seus produtos terão que ser inovadores e diferentes da concorrência. Quanto mais inovar, mais irá vender, pois os consumidores de artesanato procuram produtos diferentes.

Tem que amar aquilo que faz, pois esse amor irá trazer qualidade aos seus produtos. Esta paixão vai dar-lhe a força necessária para manter o seu negócio. Se não amar o artesanato irá desistir muito rapidamente de vender os seus produtos, pois ainda demora algum tempo até surgir o lucro.

Nesta etapa tem que pensar seriamente em que tipo de artesanato vai produzir: se jóias, roupas, malas, bolsas? Qual o seu público-alvo? Quem são os seus concorrentes?

2. Onde e Como

Poderá criar o seu negócio em casa, ou alugar um espaço. Inicialmente é aconselhável criar o seu negócio em casa e quando este crescer poderá alugar um espaço. Passado algum tempo vai sentir que vive 24h no seu negócio, nesta altura é o momento ideal para alugar um espaço e deixar o trabalho durante a noite e o fim de semana.

Poderá vender os seus produtos numa loja online, loja física ou em ambos. Quanto à loja online, convém criar um site apelativo e personalizado de acordo com os gostos do seu público-alvo. Lembre-se que é necessário descrever muito bem os seus produtos e tirar fotografias atraentes, pois os seus consumidores não têm a oportunidade de ver fisicamente os produtos.

Relativamente à loja física, procure em lojas perto de casa e convença os donos a venderem os seus produtos em troca de pequenas comissões de venda. Aqui convém anunciar nas redes sociais e no seu site que tem os produtos disponíveis nessas lojas, pois assim os seus consumidores têm a oportunidade de ir ver os seus produtos.

3. Finanças

Antes de seguir com a ideia de criar um negócio, é muito importante fazer o ponto de situação das suas finanças. Terá que pensar em variadas questões, como por exemplo:

  • Vai ter que manter o emprego atual para financiar a criação do seu negócio, ou terá que descobrir outras fontes de rendimento para apoiar esta ideia?
  • Vai necessitar de dinheiro emprestado?
  • Tem dinheiro suficiente para os materiais e produção dos produtos?
  • Tem dinheiro para começar já a publicitar (como a criação de cartões de visita, flyers) ou terá que esperar pelas vendas?

Depois de ter uma ideia das suas finanças, poderá planear muito melhor o seu negócio.

4. Marketing

Ter uma estratégia de marketing é uma obrigação. Tem que pensar como quer publicitar e qual a mensagem e promessa que quer transmitir. Para tal, existem determinadas ferramentas cuja utilização é obrigatória, como as redes sociais, Facebook, Twitter e Blogger, Criação de cartão de visita, flyer institucional, newsletter, entre outros. Depois, poderá utilizar publicidade através da Internet como, por exemplo, o Google Adwords, ou adquirir um anúncio em sites que o seu público-alvo visita.

5. Produtos

Depois de pensar que produtos vai criar, necessita de saber quais os materiais que são necessários. Poderá entrar em contacto com uma empresa local que venda esses materiais e criar uma parceria com eles. Pergunte a si mesmo, quanto tempo demora a criar os produtos, pois assim saberá o tempo de encomenda que pode aceitar dos seus clientes.

Lembre-se que os seus produtos têm que ser de excelente qualidade, para que os clientes os comprem. Existem clientes que não se importam de pagar mais, se conseguirem visualizar que o produto tem muita qualidade. Para tal, aposte em materiais bons, mesmo que seja mais caros, valerá o investimento. A reputação é tudo neste negócio de artesanato, quanto melhor for a sua reputação mais tempo durará o seu negócio. Reputação = Qualidade. Imagine que utiliza materiais frágeis, o seu produto durará pouco tempo e quando o cliente o receber também vai perceber que não tem muita qualidade, e o seu negócio vai perder reputação.

6. Feiras

Aposte em feiras de artesanato. Procure quais as feiras em que gostaria de estar presente. Depois de feita esta lista deverá escolher o seu expositor. Aconselhamos ver o grupo “Show Me Your Booths” no Flickr, aqui poderá ver variados tipos de expositores usados por outros artesãos. Este deve ser muito apelativo para sobressair no meio da feira. Deve ter em conta o seu stock, ou seja, experimente em casa o seu expositor e veja quantos produtos consegue colocar, para a feira deve levar mais do dobro para que o seu expositor nunca fique vazio. Necessita também de levar dinheiro e moedas para dar o troco aos seus clientes. Faça sacos diferentes para quando os seus clientes comprarem algo, passearem com o seu saco pela feira, captando a atenção de outras pessoas. Deve também distribuir os seus cartões-de-visita e os seus flyers. Lembre-se que, acima de tudo, deve sorrir.