Como diminuir os diferentes custos associados à criação de artesanato

por Artemix.

Cada vez mais popular, a criação de uma coleção de artesanato que permita transformar um talento individual numa fonte de rendimento, importa tornar numa oportunidade rentável em vez de se tornar numa fonte de prejuízo. No entanto, como acontece em qualquer outro negócio ou atividade comercial, importa ter alguns cuidados para que possa adotar estratégias que lhe permitam diminuir os diferentes custos associados a esta atividade e assim poupar dinheiro.

Cada vez mais popular, a criação de uma coleção de artesanato que permita transformar um talento individual numa fonte de rendimento, importa tornar numa oportunidade rentável em vez de se tornar numa fonte de prejuízo. No entanto, como acontece em qualquer outro negócio ou atividade comercial, importa ter alguns cuidados para que possa adotar estratégias que lhe permitam diminuir os diferentes custos associados a esta atividade e assim poupar dinheiro.

Recorra a Estratégias de Planeamento e Gestão de Recursos

Uma das possíveis estratégias para diminuir custos e agilizar o processo produtivo é analisar quais os produtos que obtêm maior aceitação do público, ponderar qual a forma de rentabilizar esses artigos e melhorar produtos com menor popularidade, tal como prever o número de artigos que serão transacionados.

Estabeleça um Orçamento Médio

Uma das formas de otimizar o seu planeamento poderá ser a inclusão de um orçamento que considere o valor que está disposto a investir em material por comparação aos custos finais e tempo despendido na execução de cada peça. Parecem pormenores mas planeando com antecedência o valor que pretende gastar permitir-lhe-á obter maior controlo sobre as suas finanças e, a longo prazo, regularizar a balança de gastos e lucros.

Privilegie Divulgação do Seu Negócio Através de Contatos Sociais

Apesar de as feiras de artesanato e exposições de trabalho artesanal serem uma boa opção, por serem excelentes lugares para divulgar os produtos e a marca, nem sempre são os melhores locais de venda. Portanto, se o objetivo é aumentar o índice de poupança e reduzir os custos, diminuir o número de participações nas referidas feiras e exposições permitir-lhe-á restringir despesas associadas ao aluguer de espaço, decoração dos mesmos, deslocações, entre outras.

Assim, apostar nas redes sociais, cuja divulgação necessitará de maior investimento em tempo e disponibilidade, assim como na transmissão de informação boca a boca poderão ser alternativas eficazes na diminuição do dispêndio associado à publicidade e divulgação dos seus artigos.

Aumento o Número de Artigos por Modelo de Peça

Para reduzir os custos associados à matéria-prima, procure encontrar um bom fornecedor que negocie preços competitivos em compras de grande quantidade. Compras em série permitem reduzir o preço por peça e mantendo-se fiel aos seus fornecedores, a questão da familiaridade e, competentemente, confiança poderão auxiliar na redução de custos a longo prazo.

Uma excelente forma de rentabilizar esta alternativa é a ideia de criar coleções. Pense num tema para as peças que quer criar, assim como numa linha conceptual e editorial correspondente. Desta forma, os materiais de construção poderá ser uma boa forma de elaborar peças diferentes que mantenham uma linha comum e que permita aproveitar a compra de material em quantidade sem que isso corresponda à venda também em quantidade. A ideia de sustentar as criações em coleções temáticas permitir-lhe-á poupar dinheiro de investimento em matéria-prima, diversificando as peças e mantendo uma fluência entre todas.

Redirecionar ou Alargar o Público-Alvo

Muito associada à sugestão anterior, reestruturar a sua oferta no sentido de procurar encomendas únicas com um número significativo de artigos pode ser uma alternativa ousada, na medida em que pode significar o aumento da carga de trabalho, mas muito eficaz. Pondere de que forma os seus artigos podem adaptar-se a lembranças que habitualmente se distribuem aos convidados em celebrações como casamentos, festas de aniversário de crianças, batizados, encontros de empresas, entre muitos outros.

Vender em quantidades significativas permite-lhe usufruir de descontos na compra de quantidades elevadas de matéria-prima. Informe-se, faça um planeamento das potencialidades que tem de responder a eventuais respostas de mercado, organize-se e, se possível, tenha sempre artigos em armazenamento prontos a serem utilizados.

Aposte na Criação de Peças Únicas

No entanto, existem alguns projetos que se sustentam a partir de peças únicas que também permitem adotar estratégias de poupança – direta e indireta. As peças artesanais, por si só, são artigos de valor acrescentado, uma vez que são criações em série mas também porque o tempo despendido em cada peça e o trabalho individual e personalizado que cada item traduz valorizam significativamente cada um dos artigos. No que respeita a peças únicas acresce a certeza que o cliente tem de que a sua peça é única o que, mais uma vez, aumenta consideravelmente o valor comercial de cada peça.

Porém, além da poupança indireta que resulta do investimento em peças de valor acrescido, a criação de peças únicas permitem aproveitar reciclagem de material na medida em que a sua criação pode partir de outros acessórios de moda que já não utilize, excedentes de outras peças ou reaproveitamento de tecidos a partir de roupas usadas que já não tenham utilidade e podem ser rentabilizados.

Reciclagem de Materiais Quotidianos

Se as suas criações de artesanato seguem uma linha conceptual já existente, esta alternativa poderá ser mais difícil de implementar. No entanto, com imaginação e flexibilidade é possível transformar a forma como perceciona e, consequentemente, objetos comuns do quotidiano. Desde porta-moedas a partir de pacotes de leite até pendentes de bijutaria a partir de discos de música, as possibilidades são infinitas. Pesquise, faça um planeamento prévio do processo de produção e poupança estimada, rentabilize as horas de trabalho e poupe na matéria-prima mantendo números de venda semelhantes.

Personalize Peças Compradas

Uma última forma de poupar é conceptualizar produtos que possam sustentar-se no recurso a artigos comprados prontos – tal como carteiras para personalizar com adornos, base para colares que possam ser coloridos ou complementados com apliques, aplicações bordadas que possam ser incluídas em peças de vestuário ou decoração com têxteis. Isto permite ganhar tempo para gerir outras dimensões do negócio e, em alguns casos, manter a qualidade dos produtos vendidos. Siga estes passos, adapte-os ao seu negócio e rentabilize o seu talento. Ganhe bom dinheiro com o que o faz feliz!